fbpx
etus_whatsappweb
DestaqueNotícias

Whatsapp PAY: como funciona?

Havia a expectativa de que o Whatsapp Pay chegaria antes mesmo do PIX, funcionalidade que já estamos usando desde novembro de 2020, mas o Banco Central não havia liberado esse tipo de transação, até agora. 

Nesta última terça-feira (30 de março), a instituição deu sinal verde para a utilização do recurso no país.   

Naturalmente, o brasileiro já usa o Whatsapp como forma de contato com empresas, seja para pedir um delivery, para contratar um prestador de serviço, ou até mesmo para realizar compras de produtos, e o pagamento diretamente pelo APP facilitaria muito o processo de transação.

Um outro ponto positivo desse novo recurso, é que a grande maioria dos brasileiros ainda usam sistemas bancários tradicionais, geralmente com altas taxas, e a utilização do Whatsapp deve servir para que a média desses custos baixe.

Resumidamente, essa ferramenta deve funcionar integrada a uma conta bancária ou cartão de crédito já existente. As transações serão feitas pela parceria firmada com a Visa e MasterCard. 

Dessa forma, o aplicativo não vai gerenciar a conta de pagamento, nem recolher nenhum fundo sobre as transações.

O Brasil é o primeiro país em que o WhatsApp vai implementar seu sistema de pagamentos, por qual motivo?

No ano passado, o WhatsApp foi o aplicativo de celular mais utilizado no país.

Com mais de 120 milhões de usuários, mais da metade da nossa população, o Brasil é o segundo país que mais utiliza a ferramenta, perdendo somente para a Índia. 

Por esta razão, para realizar os testes dessa nova funcionalidade, o aplicativo escolheu os dois países para testá-lo simultaneamente.  

O pagamento por WhatsApp não pode facilitar golpes e fraudes? Meus dados estarão protegidos?

É importante mencionar que todas as transferências feitas através do Whatsapp são registradas pelos bancos ou cartões de crédito parceiros e processadas pelo Banco Central, para que haja um registro de todas as transações.

Com isso toda a parte de gestão de fraudes continua sendo feita pelos bancos, o aplicativo será apenas um intermediador de pagamento, muito similar ao Pagseguro ou Paypal, por exemplo, ferramentas familiarizadas por internautas que costumam consumir no ambiente online.

Além disso, é muito provável que a plataforma determine limites de valores para realizar as transações, por dia e por mês.

Por fim, vale ressaltar que ainda não foi divulgada uma data para o lançamento do Whatsapp Play.

Veja a seguir mais algumas informações sobre as novas políticas do aplicativo, clicando aqui. 


Veja também esses materiais importantes