fbpx
telecom no brasil
Redes Sociais

Telecom no Brasil: conheça a evolução até hoje!

Tecnologia, comunicação e inovação, com certeza essas são as principais bases do serviço de telecom no Brasil e no mundo. Responsáveis por ampliar o alcance de mensagens entre pessoas, esse setor está em frequente crescimento.

As transformações nessa área ocorrem o tempo todo. Tecnologia 5G, fibra óptica, comunicação por voz são alguns dos recursos que a cada dia mais são inseridos no dia a dia das pessoas. 

Se você trabalha com marketing digital é de suma importância entender melhor esse conceito, ver como o Telecom se desenvolveu no Brasil e como ele é importante na transformação de estratégias de publicidade online. Nesse artigo vamos abordar todos esses temas, confira! 

O que é telecomunicação?

Esse termo tem origem no latim, no qual o prefixo “tele” significa “distância” e “comunicação” que deriva do latim communicare,  tem sentido de “tornar comum”, “partilhar”.

Dessa forma, a telecomunicação consiste em um processo de transmissão, emissão ou recepção de mensagens através de símbolos, caracteres, sinais, imagens, sons ou informações. O telefone, o rádio, a televisão, e a transferência de dados via internet ou rede de computadores, são alguns recursos desenvolvidos por essa técnica. 

De forma simplificada, podemos dizer que uma empresa de telecom é responsável por desenvolver mecanismos, recursos, ferramentas, ou seja, tudo o que for necessário para que as pessoas consigam se comunicar por longas distâncias. 

Esse setor começou a se desenvolver no mundo na primeira metade do século XIX, a partir da criação do telégrafo elétrico, que permite enviar mensagens com letras e números.  

Após algum tempo, o cientista norte-americano Alexander Graham Bell patenteou a invenção do telefone. Posteriormente, surgiram novos recursos como ondas de rádio, comunicação sem fio, até as modernas tecnologias que temos acesso nos dias de hoje.

Telecomunicações no Brasil

No mundo moderno, os países precisam do serviço de Telecom. Seja para transmitir mensagens sobre assuntos políticos, promover negócios, incentivar a cultura ou até mesmo para a divulgação de temas esportivos, como a Copa do Mundo ou as Olimpíadas, por exemplo.  E no caso do Brasil, não poderia ser diferente.

No entanto, em cada região as ferramentas de telecomunicações surgiram em um período específico, diante da realidade que cada local enfrentou. Veja a seguir uma linha do tempo que preparamos para você acompanhar como cada recurso apareceu no Brasil, confira: 

1876

D.Pedro II visitou uma exposição na Filadélfia, onde Graham Bell exibiu sua mais nova criação: o telefone. 

 

1877  

Deslumbrado com a experiência vivida, D. Pedro II instalou o primeiro aparelho de telefone no Brasil, na cidade do Rio de Janeiro. O aparelho interligava a casa do imperador às residências dos outros ministros, repartições do governo, órgãos militares e corpo de bombeiros. 

Vale ressaltar que as primeiras ligações eram feitas manualmente através do auxílio de telefonistas que ficavam em uma central. O usuário, girava uma manivela do aparelho e falava para a telefonista com quem ele desejava entrar em contato, em seguida, ela transferia a ligação para o telefone esperado. 

 

1879

D.Pedro II autoriza a disseminação dos serviços telefônicos no Brasil. O empresário Charles Paul Mackie obteve a autorização e promoveu a implantação das linhas no Rio de Janeiro e Niterói. 

 

1930

Inauguração da primeira central automática no país. Dessa forma, os usuários passaram a completar as ligações sem precisar da ajuda das telefonistas. 

 

1935

Surge a telefonia pública, levando o acesso do aparelho para mais pessoas pelo país. 

Após a segunda guerra mundial, o mundo conheceu um surto de modernização avassalador, com novidades nas comunicações, transportes e produção de bens e serviços. 

 

1965

Criação da Empresa Brasileira de Telecomunicações (Embraer). Empresa de economia mista e controle estatal, responsável por interligar todas as capitais e principais cidades do país.

 

1969 

Inauguração da primeira estação de comunicação via satélite no país. 

Os códigos DDD (Discagem Direta à Distância) foram criados e o primeiro local que utilizou esse recurso para ligações automáticas entre áreas urbanas, foi o estado de São Paulo. 

 

1970

O país atinge o marco de 4,5 milhões de aparelhos de telefones instalados. 

 

1971

O engenheiro Ray Tomlinson foi o responsável pela criação do e-mail como conhecemos hoje, enviando sua primeira mensagem para se comunicar com os colegas que desenvolviam o mesmo projeto. 

 

1972

Primeiro computador produzido em solo brasileiro, realizado pela Universidade de São Paulo (USP), seguido pelo projeto G-10 em parceria com a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC) que buscava a criação de hardwares e softwares para a Marinha. 

Os orelhões começam a ganhar popularidade no país, ganhando cada vez mais as grandes cidades. 

 

1980

Lançamento do primeiro computador totalmente produzido no Brasil, chamado de Cobra 530. Esse aparelho começou a ser comercializado em grandes lojas de departamentos. 

 

1988

Inauguração do uso da internet no país, realizado pelo Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), localizado no Rio de Janeiro. Essa conexão se deu através do acesso à Bitnet, com 9.600 bits por segundo, estabelecida com a Universidade de Maryland. 

 

1990 

Início do uso da telefonia móvel no Brasil, através do Sistema Móvel Celular, com capacidade para 10 mil terminais. 

 

1994 

Princípio da comercialização da internet no país, através de um projeto piloto da Embratel, onde foram permitidas conexões por meio de linhas discadas e posteriormente (em abril de 1995), por acessos dedicados via RENPAC ou linhas E1. 

Para utilizá-la o usuário precisava ligar um modem a uma linha telefônica. Dessa forma, o número permanecia ocupado durante o acesso. A cobrança do serviço era feita de acordo com o tempo, onde a cada 1 minuto de conexão era recolhido um valor. 

O acesso era muito lento, e o limite era de 56 kbps. Velocidade em que um site demorava horas para carregar. 

 

1997

Aprovação da Lei Geral das Telecomunicações que originou a criação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). 

Abertura da exploração da telefonia móvel para empresas nacionais e internacionais. 

 

1998

Privatização do Sistema Telebrás que colocou fim ao controle da estatal nas principais empresas de telefonia móvel. 

 

2000

Surgimento das Lan Houses, ou seja, estabelecimentos comerciais que possibilitam o acesso à internet para pessoas que não tem computador ou internet, popularizando o serviço no país. 

 

2004

Início da utilização da tecnologia 3G. 

 

2007

Leilão de faixas de frequências, que favoreceu a expansão da tecnologia. 

 

2013

Implantação da tecnologia 4G no país, a partir das capitais que sediaram a Copa do Mundo de 2014.

 

2020 

O Brasil chega a 10,764 milhões de acessos em fibra na banda larga fixa.

 

Com mudanças frequentes que interferem na vida das pessoas e empresas, é necessário acompanhar todas as evoluções para que a partir delas possa haver um planejamento na forma de se oferecer produtos e serviços no ambiente digital. 

E como serão as perspectivas daqui para frente, veja no tópico a seguir! 

 

Futuro das Telecomunicações no Brasil

Como já mencionamos anteriormente, as sociedades estão a cada dia buscando novos meios para superar as barreiras geográficas para levar mensagens e se aproximar das pessoas. Imaginam como seria o isolamento social provocado pela pandemia de Covid-19 se não fossem essas ferramentas? 

O tempo e a evolução dos recursos promoveu não só um aumento na quantidade de mensagens mas também um aumento na velocidade em que elas são transmitidas. 

Sem esquecer o poder de influência que estas mídias começaram a exercer sobre as pessoas, interferindo nos valores, comportamentos, estilo de vida, consumo, opiniões, entre outros. 

Por isso, é bem provável que novas tecnologias sejam implementadas a todo momento para atingir novos objetivos e agradar um consumidor cada vez mais exigente e conectado. 

Fique atento às novidades, principalmente com a chegada do 5G no país e com a possibilidade da internet via satélite, que promete movimentar ainda mais esse setor.

Quer saber mais novidades sobre tecnologia, então clique aqui. 

 


 

Veja também esses materiais importantes