fbpx
Principais tendência de tecnologia para 2021
Notícias

Principais Tendências de Tecnologia para 2021

Como sabemos, 2020 foi um ano com bastante aceleração na digitalização de processos, seja nas empresas que implantaram home office e passaram a fazer reuniões online, ou mesmo as pessoas que compraram, pela primeira vez, em uma loja virtual. 

Assim, eu separei algumas das principais tendências de 2021 na área da tecnologia pra ficarmos de olho.

Uma das maiores expectativas é a implantação do 5G, já iniciada em vários países em 2020. Essa tecnologia de internet terá atualizações de infraestrutura, que deverão acelerar a digitalização da vida das pessoas.

O 5G tinha como promessa ser implantado em 2020, podemos esperar realmente em 2021?

Em um evento que reuniu fornecedores e operadoras de telecomunicações no ano passado, os presidentes das empresas de telefonia foram unânimes em afirmar que: o 5G deve começar a operar em 2021.

A Anatel também já está preparando o leilão da concessão para acontecer, ainda neste primeiro semestre. E o Ministério das Comunicações destaca o avanço do processo do 5G e promete facilitar a entrada da tecnologia no país.

Agora se podemos afirmar que teremos o 5G ainda em 2021, eu não saberia te dizer, mas vamos confiar no ministério das comunicações e na Anatel.

A inteligência artificial foi impulsionada nos últimos anos pela chegada das assistentes virtuais como a Siri, Google Assistente e Alexa. Essa tecnologia deve ser mais presente em nosso dia a dia?

O 5G também deve acelerar a inteligência artificial com casas conectadas, cidades inteligentes e mobilidade autônoma, o que trará um grande avanço tecnológico, e novos tempos de adaptação, talvez sendo a maior revolução social no que diz respeito ao comportamento da humanidade dos últimos anos.

Com certeza as assistentes virtuais são, praticamente, a primeira geração de inteligência artificial disseminada ao público, e essa tecnologia deverá ser implantada, aos poucos, em praticamente todos os eletrodomésticos que temos em casa por exemplo, visto ser uma tecnologia em nuvem o que exige pouco hardware (que são peças computacionais), facilitando a implantação em qualquer dispositivo.

Cada vez mais estamos expondo nossas informações na internet, no ano passado tivemos alguns problemas com segurança da informação. Um deles foi o caso do STJ, que sofreu um grande ataque hacker. 

Então, devemos ter evolução também nessa área de segurança?

Na medida que nos conectamos mais e com avanço do trabalho remoto, naturalmente há mais ataques cibernéticos, o que expoẽm vulnerabilidades em meio a essa acelerada transição para o digital.

No ano de 2020 as preocupações com a privacidade de dados aumentaram 86%, o que mostra sim que realmente estamos mais receosos, mas não por isso deixamos de usar a tecnologia a nosso favor.

Com essa aceleração do digital, e tudo conectado, há um setor de cyber segurança em rande alta, desenvolvendo soluções para suprir toda essa demanda.

Além disso teremos também o início das autuações da LGD o que deverá inibir o tráfico de informações.


Veja também esses materiais importantes