fbpx
homem com um tiro ao alvo nas mãos
DicasRedes SociaisSem categoria

Persona: o que é e como aplicar no marketing da sua empresa?

No marketing digital é de fundamental importância criar a persona da sua marca. Ela deve ser o primeiro passo para a execução de qualquer planejamento.  Saber os detalhes sobre o perfil e comportamento do seu comprador ideal é fundamental na hora de pensar e definir as ações que vão ser desenvolvidas para atrair os clientes certos. 

No entanto, muitas pessoas têm dúvidas sobre esse conceito e sua criação. Para te ajudar, vamos explicar um pouco sobre o que é uma persona, dando algumas dicas práticas de aplicação. Confira!

O que é persona?

Persona é a representação fictícia de um grupo de clientes ideias que sua empresa quer atingir, com qualidades e comportamentos semelhantes, para gerar vendas. 

A persona deve ser criada a partir de dados reais: 

  • Idade;
  • Características demográficas;
  • Escolaridade;
  • Ocupação;
  • Hábitos;
  • Frustrações;
  • Histórias pessoais;
  • Motivações;
  • Crenças;
  • Desafios;
  • Hobbies;
  • Estilo de vida;
  • Hábitos de compra;
  • Mídias que preferem;
  • Pessoas que a influenciam;
  • Fontes de informação
  • Entre outras perguntas.

Com essas informações, a empresa consegue se comunicar com os consumidores em potencial de uma forma coerente, entregando conteúdos e ações que façam sentido para esse público, ou seja, a mensagem certa para as pessoas certas.

Qual a diferença entre público-alvo e persona? 

Essa é uma dúvida bastante comum. Os dois conceitos apresentam algumas semelhanças mas há uma diferença fundamental na abrangência e detalhamento no conceito de persona. Vamos entender melhor?

O público-alvo é criado a partir de um recorte demográfico, socioeconômico e comportamental de um grupo em que a empresa determina como futuro consumidor do seu produto ou serviço, ou seja, considera dados mais generalistas e comuns de uma parcela abrangente da sociedade.

No entanto, o estudo sobre persona vai muito mais a fundo, procurando dados personalizados e reais dos consumidores. Com essas informações é possível imaginar quem é essa pessoa através das características descritas, com seus objetivos, anseios e dores. 

Veja um exemplo prático:

Público-Alvo:

Homens e mulheres de 28 a 35 anos.

Solteiros, graduados em medicina, com renda média mensal de R$5.500. 

Pretendem aumentar o retorno financeiro do seu consultório, gostam de viagens e gastronomia. 

 

Persona:

Ludmila Silva tem 32 anos, é médica endocrinologista recém-formada  e autônoma. Precisa aumentar o número de pacientes que frequentam o seu consultório, principalmente com clientes que buscam emagrecer e ter hábitos de vida saudáveis.  Gosta de cozinhar nas horas vagas para seus familiares e amigos e ama seu animal de estimação. Está buscando uma agência que a ajude a aumentar a rentabilidade do seu consultório investindo em um tipo específico de paciente e se tornando referência no mercado. 

Por que devo criar uma persona?

O mercado digital está cada vez mais competitivo, conquistar um cliente no ambiente online ficou mais difícil nos últimos meses, tendo em vista a entrada de muitas empresas nesse cenário.

Desenvolver as ações certas para as pessoas certas se tornou um passo fundamental para quem alcançar bons resultados, dessa forma a criação da persona se tornou ainda mais indispensável no marketing digital. 

Se a sua empresa não tem uma persona definida, é possível que as suas mensagens sejam genéricas demais e falem com ninguém ao mirar um público amplo.

Em outros casos, você pode estar promovendo cortes de carnes para quem é vegetariano. Ou oferecendo produtos destinados à maternidade, para mulheres sem filhos. As possibilidades de erros são muitas, por isso, crie a sua persona hoje mesmo!

Como criar a persona?

Após entender sobre esse conceito e sua importância, chegou a hora de colocar a mão na massa!

A criação da persona deve ser pautada nas perguntas e dados certos, para que, essas informações sejam utilizadas de forma produtiva no planejamento das ações e tomadas de decisão direcionadas a esse perfil. 

Para fazer uma boa criação de persona é preciso que você entre em contato com os clientes ativos através de uma pesquisa. Assim, você irá entender suas características para conseguir fazer uma construção real. 

No entanto, em alguns casos, essa análise prática não é possível, principalmente quando falamos de construção de estratégia de marketing partindo do 0, onde as primeiras ações estão sendo planejadas. 

Nesse caso, é possível usar algumas ferramentas simples, tais como: 

  • Analisar a concorrência;
  • Observar os comentários nas redes sociais sobre os assuntos e nichos de interesse do seu negócio;
  • Utilizar o Google Keyord Planner;
  • Pesquisar no Facebook Audience Insigths;
  • Acompanhar grupos e comunidades nas redes sociais relacionados a seu nicho de interesse, dentre outros. 

Lembre-se, a persona deve ser criada e não inventada. Isso significa que ela deve ser desenvolvida a partir de uma pesquisa e observação de mercado, e não apenas suposições, baseadas em “achismo”.

Por isso, separamos as 20 principais perguntas para te ajudar a criar a sua persona, confira:

  • Quantos anos tem o seu potencial cliente?
  • É homem ou mulher? 
  • Qual seu estado civil? Tem filhos? 
  • Qual seu nível de escolaridade?
  • Qual sua profissão atual?
  • Qual a sua renda média?
  • Quais seus principais objetivos profissionais a médio e longo prazo?
  • Quais seus principais objetivos pessoais a médio e longo prazo?
  • Quais são seus hobbies?
  • Quais são os seus valores?
  • O que você costuma fazer no dia a dia? Como é a sua rotina?
  • Você costuma fazer compras online ou prefere lojas físicas?
  • Quais mídias prefere?
  • Quais influenciadores acompanha?
  • Onde busca informação?
  • Quais tipos de informação você mais procura?
  • Quais critérios são fundamentais na hora da compra?
  • Quem costuma influenciar na sua decisão de compra?
  • Você costuma pesquisar antes de realizar qualquer compra?
  • Quais são as marcas que você costuma usar?

Com as informações capturadas, chegou a hora de detalhar o perfil do cliente, a partir das respostas obtidas, unificando os dados e elaborando o personagem fictício. 

Essa persona precisa estar detalhada em um documento e disponibilizada para todos da equipe que possam precisar dessa informação para qualquer tipo de ação.

Gostou do post? Quer saber mais sobre o tema ou ter dicas práticas para executar outras ações de marketing digital? Então, baixe o nosso GUIA GRATUITO para social media, aqui!

 

Veja também esses materiais importantes

1

Comments
  1. Muito bem explicado 👏💜

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *