fbpx
o que é seo
DicasSocial Media

O que é SEO e para que serve?

Atualmente, as pessoas estão cada vez mais conectadas à internet. Segundo a pesquisa Global Digital Overview 2020, o ser humano fica online diariamente, em média, 6 horas e 43 minutos. 

Dessa forma, grande parte dos estímulos que as pessoas recebem vêm através do ambiente online. 

O Google é uma das principais ferramentas de marketing digital. Atualmente 94% dos internautas utilizam o website para pesquisar produtos e serviços e 71% acreditam que marcas líderes estão sempre no topo dos resultados. 

Se você pretende colocar a sua marca nas primeiras buscas, existem dois caminhos: investindo em campanhas patrocinadas (Google Ads) ou através da busca orgânica (gratuita).

Alcance pago

busca paga Google

Alcance orgânico

busca orgânica google

Para conseguir bons resultados nas pesquisas sem investimento financeiro é preciso aplicar as melhores práticas de SEO e otimizar continuamente o seu website. 

Mas afinal o que é esse conceito? Como ele funciona? Nesse artigo vamos explicar sobre essas e outras dúvidas. Confira!

O que é SEO? 

Essa sigla corresponde a abreviação do termo em inglês Search Engine Optimization, que em tradução direta, significa “Otimização para Mecanismos de Busca”. 

De forma prática, podemos dizer que são técnicas desenvolvidas para melhorar o posicionamento do seu blog ou website nos buscadores como: Google, Bing e Yahoo. 

Existem diversos métodos que podem ser atribuídos a esse trabalho, tais como: 

  • Velocidade do site;
  • Organização semântica do código;
  • Estrutura e linkagem das páginas;
  • Organização do conteúdo;
  • Rotulagem das informações; 
  • Uso correto de palavras-chave, entre outras. 

Essas medidas auxiliam na criação de autoridade da empresa ou marca e promovem uma melhor experiência do usuário. 

Estes procedimentos têm como principal objetivo impactar os internautas com a divulgação de uma empresa, sem ter que investir em publicidade ou pagar qualquer valor de anúncio. 

Agora que você sabe sobre a definição do conceito, veja qual é a importância desse recurso. 

Para que serve o SEO?

Você sabia que 75% das pessoas não passam da primeira página em suas buscas no Google? 

Isso quer dizer que quanto mais a sua empresa aparecer para os potenciais clientes nas primeiras listagens, melhores serão os seus resultados. 

No entanto, estar bem posicionado no Google é um objetivo desejado por muitas companhias. Dessa forma, a concorrência se torna mais disputada.

Atualmente, existe uma quantidade enorme de conteúdo no buscador. Por isso, para ter um diferencial na sua estratégia é preciso investir não só na qualidade do texto, mas também na forma como ele se apresenta. Ou seja, a sua mensagem precisa ser exibida para as pessoas certas na hora certa. 

Para alcançar esses resultados, é necessário seguir todas as práticas de SEO, otimizando as páginas, conseguindo uma melhor indexação e consequentemente atingindo o público certo na venda de produtos e serviços ou mesmo na criação de autoridade de uma marca. 

Agora que você já entendeu o que é SEO e qual a sua importância, está na hora de começar a implementar. Mas, antes de fazer isso, é necessário entender melhor como funcionam as pesquisas no Google. Veja no tópico a seguir.

Como funcionam as buscas orgânicas? 

De forma simplificada, podemos dizer que o Google possui um robô que entra de link em link e vai lendo tudo o que a página tem e gravando todo o conteúdo, separando-os de acordo com os assuntos em um grande arquivo, os chamados “servidores”.

Quando um usuário procura sobre um tema específico, o buscador abre dentro desse servidor a página que melhor responde às dúvidas e disponibiliza no rankeamento de seu website. 

Para o robô fazer essa análise ele verifica o assunto correspondente de acordo com alguns elementos do conteúdo, como por exemplo:

  • Título;
  • Subtítulo;
  • Texto;
  • Imagens;
  • Legenda das imagens;
  • URL amigável;
  • Backlinks;
  • Links internos e externos;
  • Responsividade, entre outros.

Vale ressaltar, que quanto mais links acessados um website tiver, mais autoridade essa página vai ter, consequentemente, maior a probabilidade de ela alcançar as primeiras posições na listagem do Google. 

Como fazer SEO na prática? 

Agora chegou a hora de colocar a mão na massa! Veja a seguir quais são os principais elementos para aplicar essas técnicas e obter excelentes resultados.

1- Invista na velocidade do site

A velocidade no carregamento do site é um fator muito importante para obter bons resultados nos mecanismos de busca. Atualmente, as pessoas têm cada vez menos tempo e estão mais apressadas, por isso, o Google penaliza sites que demoram muito para abrir. 

Segundo pesquisas do setor, 47% dos usuários esperam que o carregamento do site se complete em menos de 2 segundos e 75% dos usuários não revisitaram uma página que levou mais de 4 segundos para abrir. 

Se a sua empresa tem um e-commerce a situação pode ser ainda mais delicada. Se o site demorar mais de um segundo no tempo de resposta, a conversão em vendas apresenta, em média, uma redução de 7%. 

Para evitar esse tipo de problema, é necessário verificar a velocidade utilizando ferramentas como: GTmetrix ou  Google PageSpeed Insigths. Estes dispositivos apresentam sugestões para que as falhas sejam resolvidas. 

2- Responsividade para mobile

Não é novidade que a vida hoje está na palma das mãos. E na aplicabilidade com o Google não poderia ser diferente. Mais da metade das pesquisas que são feitas no buscador são realizadas por dispositivos móveis. 

Por isso, os sites que são responsivos, são avaliados de melhor forma pela ferramenta, ou seja, as páginas que possuem o mesmo layout independentemente do dispositivo, ou são ajustáveis para qualquer resolução, são melhor posicionados no rankeamento de buscas do Google. 

3- Palavra-chave

Para ter bons resultados é importante identificar e documentar as palavras-chaves que possuem volume de busca interessantes para o setor que você quer promover.

Para obter ideias e fazer uma pesquisa na sua área de interesse, utilize ferramentas de busca pagas ou gratuitas, como: Answer the Public e Keywordtool.io.

Atualmente, a utilização das palavras-chave de cauda longa, ou seja, formadas por dois ou três termos, têm apresentado excelente desempenho.

4- Insira links internos e externos 

Utilize links internos e externos no seu conteúdo. Especialistas indicam entre 2 a 5 internos e 2 a 5 externos por publicação. 

Os acessos internos auxiliam o usuário na navegabilidade e na relação com os assuntos semelhantes, mantendo o internauta no seu domínio.

No entanto, o Google também vê com bons olhos os links externos, que demonstram autoridade na comunidade online. 

Busque outros sites do mesmo nicho que o seu e faça parcerias. 

Estes são só alguns exemplos de implementação de SEO. Existem diversas outras técnicas que podem ser aplicadas. Quer saber mais sobre esse assunto, então deixe nos comentários a sua dúvida!

Para saber mais sobre campanhas pagas de Google ADS, clique aqui. 

 

Veja também esses materiais importantes