fbpx
Facebook começa a excluir grupos violentos e conspiracionistas
Notícias

Facebook começa a excluir grupos violentos e conspiracionistas

O Facebook anunciou recentemente que vai começar a adotar mais medidas para excluir grupos que usam a rede social para promover violência e teorias da conspiração. 

Segundo a plataforma, essa prática visa proteger a comunidade do chamado “dano social coordenado”, que favorece a criação de atividades prejudiciais a outras pessoas ou a sociedade. Como por exemplo, os ataques coordenados para denúncias falsas a uma publicação ou uma conta.

Essas denúncias coordenadas, segundo o Facebook, são recorrentes e possuem como objetivo eliminar um perfil da rede social, ou ainda o assédio online por meio de comentários em massa.

Dessa forma, grupos do Facebook que combinam de denunciar contas de forma coordenada sem que a mesma de fato não infrinja algum termo da rede social serão removidos.

Essa ação mais agressiva, de acordo com o Facebook, foi tomada em decorrência de um grupo de pessoas ligadas a grupos extremistas que estavam usando contas autênticas e falsas para promover fake news em relação a pandemia do Covid-19, onde divulgavam que as restrições para reduzir a disseminação do vírus seria uma conspiração do governo alemão para retirar os direitos básicos e liberdades.

A medida do Facebook vai contra a linha do projeto de lei enviado pelo Presidente Jair Bolsonaro para alterar o Marco Civil da Internet, que tenta mudar as regras que regulam o funcionamento das redes sociais, em especial em relação à remoção de conteúdo e contas, onde isso só seria possível após a solicitação de retirada da publicação ou perfil fosse transitado e julgado judicialmente.

Continue acompanhando o nosso blog e leia conteúdos exclusivos sobre marketing, empreendedorismo e redes sociais. 


Veja também esses materiais importantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *