fbpx
Dicas

Como criar uma identidade visual?

A identidade visual é um conjunto de elementos gráficos que identificam visualmente uma empresa, instituição, produto ou até evento, personalizando-o com logotipo, tipografia, imagens, cores, símbolos gráficos, entre outros recursos. De forma simplificada, podemos dizer que é um conjunto visual projetado para representar graficamente uma organização. 

Toda marca é um organismo vivo, com personalidade própria, linguagem, posicionamentos, qualidades e características únicas, por isso, para ser reconhecida entre as concorrentes é necessário integração e uniformidade visual, para que assim ela possa ser identificada pelo público e mercado de atuação. 

Atualmente a venda de produtos e serviços se desenvolveu muito, principalmente quando falamos do ambiente digital. Por isso, para uma empresa construir uma reputação é de fundamental importância que ela apresente uma boa impressão à primeira vista, pois isso irá influenciar diretamente na sua receita. 

E não estamos falando apenas na atração de leads, mas sim na forma que esta marca vai apresentar a sua “personalidade” para a audiência. 

A identidade visual pode ser aplicada em diversos itens, tais como:

  • Conteúdo para as redes sociais;
  • Produtos online ou offlines;
  • Apresentações institucionais;
  • Sites;
  • Folders;
  • Cartões de visita;
  • Anúncios;
  • Uniforme de funcionários;
  • Sinalizações, entre outros. 

Quer entender melhor esse conceito? Então imagine a situação a seguir.

Você está acessando as redes sociais e de repente aparece um anúncio com cores e elementos bem definidos, e você já consegue distinguir de quem é este conteúdo, sem ao menos visualizar o nome da empresa. Isso é resultado de uma boa criação de identidade visual. 

Mas para isso acontecer é necessário aplicar muitos conceitos, tais como: cultura, visão da empresa, objetivos, estratégias, público-alvo e tudo mais que possa influenciar na gestão como um todo. 

E quanto mais  partes estiverem envolvidas no processo melhor. Desde representantes da equipe, gestores e até clientes, caso seja possível. 

Contrate um profissional especializado para desenvolver esse material para que junto com a equipe ele possa identificar as principais características e reproduzir no projeto de identidade visual. 

A empresa pode contar com a ajuda de um especialista freelancer ou uma agência para desenvolver essa atividade. Visto que esta criação exige muita seriedade, pesquisa, criatividade, tempo e persistência para que os resultados sejam surpreendentes. 

Qual a importância da identidade visual para uma empresa?

Como criar uma identidade visual?

Freepik

Diante de todos os conceitos apresentados, se você ainda está com dúvidas sobre quais são os benefícios da identidade visual para uma empresa, veja a lista que preparamos a seguir:

  • Identificação rápida;
  • Reconhecimento de marca desde o momento da compra até as tomadas de decisão como um todo;
  • Gerar valor e autoridade;
  • Personalização;
  • Evidenciar a marca diante da concorrência;
  • Gerar credibilidade;
  • Promover a identificação emocional com os consumidores;
  • Produzir a sensação de pertencimento; 
  • Contribuir com o engajamento da audiência e muito mais. 

Agora chegou a hora de colocar todo o aprendizado em prática! Acompanhe a seguir um tutorial para criar uma identidade visual! 

Passo a passo para criar uma identidade visual

 Como criar uma identidade visual

Freepik

Para manter a padronização da identidade visual, é necessário reunir os dados técnicos, análises, especificações e qualquer outro tipo de conteúdo que seja relevante para a empresa. 

Procure agregar estas informações em um manual. Assim, ele será um guia para a comunicação visual do seu negócio, e deve ser consultado sempre que necessário. 

O principal objetivo desse material é guiar as ações dos profissionais da empresa e tornar a marca mais conhecida e impactante na memória dos consumidores. 

Para desenvolver a identidade visual, acompanhe o passo a passo a seguir:

1º – Analise o seu negócio

Antes de iniciar a criação da identidade visual, faça uma reflexão e responda às seguintes perguntas:

  • Qual é a missão do negócio?
  • O que queremos informar?
  • Qual posicionamento e imagem a empresa pretende transmitir?
  • Quais são as palavras que melhor descrevem o seu negócio?

Não se esqueça de documentar esta etapa. Este registro será muito útil para as próximas fases. 

2º – Elabore um Briefing

O briefing deve ser criado a partir do conjunto de informações que a empresa e sua equipe irão fornecer para o profissional que vai elaborar a identidade visual.

Veja a seguir alguns questões que precisam ser levantadas nessa fase:

  • Qual o tipo de negócio da empresa?
  • O que vende ou que tipo de serviço presta?
  • Qual o seu posicionamento no mercado?
  • Como você descreveria o seu produto ou serviço?
  • Quem é o seu público-alvo?
  • Quem são seus concorrentes?
  • Quais são os diferenciais da sua empresa?
  • Qual o tipo de conceito a empresa deseja passar para o público?
  • Qual o tamanho do negócio?
  • A empresa pertence a algum grupo? 
  • Como a empresa pretende estar no futuro?
  • Quais cores se identificam mais com a sua empresa?
  • Tem alguma tipografia que também agrada?

Estas são apenas algumas sugestões de perguntas que podem ser levantadas. Lembre-se que quanto mais informações o especialista tiver, melhor serão os resultados, por isso, acrescente quantas perguntas forem necessárias e busque encaminhar estas dúvidas por e-mail para todos os envolvidos. 

3º – Analise o ambiente e a persona 

Observe em qual ambiente a empresa e os produtos ou serviços que ela oferece está inserido. Explorando sua posição no mercado, o comportamento do consumo, as políticas internas e também suas aplicações.

Neste momento, será necessário definir também quem são a Brand Persona e a Buyer Persona (perfil e características do público-alvo).

De forma simplificada, podemos dizer que a Brand Persona representa o que a marca tem a oferecer e como ela quer comunicar isso para o público. Ela pode ter um caráter mais descontraído ou sério, por exemplo, que vai influenciar no tom de voz que a empresa tem ou deseja assumir no mercado. 

Se você quiser entender um pouco mais sobre Buyer Persona, clique aqui! 

4º – Pesquise

Nesta fase, chegou a hora de fazer um levantamento da identidade visual dos concorrentes, buscar referências, analisar imagens e elementos gráficos interessantes, enfim, busque materiais que sejam relevantes para o projeto. 

5º – Promova a troca de ideias

Com todas as informações organizadas, chegou a hora de reunir a equipe da empresa e o especialista ou agência de criação para gerar ideias e promover a troca de experiências que possam contribuir no processo criativo.

Chamado no “marquetês” como brainstorming, que em tradução direta, significa “tempestade de ideias”, ou seja, é uma reunião onde as pessoas envolvidas discutem qualquer ideia que surgir, sem limitações. 

6º – Defina um conceito

Em seguida, elabore uma filtragem de tudo o que foi sugerido para analisar e determinar um conceito que será trabalhado na etapa seguinte. 

7º – Crie protótipos

Inicia-se nesse momento o processo de desenvolvimento do conceito escolhido, ou seja, o processo de criação. 

Elabore esboços para colocar as ideias em ação. Aqui, será necessário também definir as fontes que serão utilizadas, as formas, cores, efeitos, enfim tudo o que será utilizado para garantir um resultado atrativo e surpreendente para a audiência. 

Lembre-se que tudo precisa estar em perfeita harmonia para que seja legível para o público. 

Outro detalhe importante é testar os protótipos em materiais distintos, visto que eles estarão presentes em diversos tipos de materiais de comunicação, de publicações nas redes sociais a materiais impressos. 

8º – Apresente

Com a etapa de protótipos finalizada, chegou a hora de apresentar para equipe as soluções desenvolvidas. 

O ideal é fazer essa explanação em uma reunião para que todos possam analisar os materiais e ideias desenvolvidas. 

Explique os conceitos utilizados, fontes e cores. Quanto mais claro a solução estiver apresentada melhor será a sua repercussão. 

Apresente 2 opções distintas para que os representantes possam ter liberdade para escolher. Se possível já deixe isso previamente combinado na contratação do serviço.

9º – Faça correções e defina a entrega final

Desenvolva as alterações solicitadas e determine um prazo para a entrega final do projeto. Após a aprovação, replique nos materiais que serão aplicados na comunicação visual da empresa.

Contudo, é importante ressaltar que a identidade visual de uma organização, é um processo em permanente desenvolvimento, construindo relações profundas e significativas para a empresa e seus consumidores.  

Esse conteúdo foi útil para você? Se você quiser aprender um pouco mais sobre a importância da fotografia nas redes sociais, clique aqui.


Veja também esses materiais importantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *