Como ser um social media?
DestaqueSocial Media

Como ser um social media?

Se você está ligado em novas tendências no mercado de trabalho, certamente já ouviu falar sobre ser um social media ou até um analista de mídias sociais. Pois bem, neste texto, reunimos as principais informações sobre essas profissões da atualidade, assim, você as conhece e, de praxe, fica por dentro do que se espera de profissionais como esses. 

Social media o que é

Já vale ficar sabendo que a profissão de social media tem crescido bastante nos últimos tempos e que essa é uma atividade que gera impactos positivos em diferentes tipos de modelos de negócio e no contexto da prestação de serviços de marketing digital. Se você está se perguntando sobre a procura desses profissionais, saiba que esse serviço é muito solicitado em agências de marketing e comunicação, por exemplo.

Sabemos que a popularização da internet fixa, da internet móvel e, consequentemente, das redes sociais gerou uma grande transformação na forma como as pessoas acessam e recebem notícias, vídeos e diversos tipos de conteúdos.

A rede social gerou mais proximidade entre as pessoas (relação horizontal) e mais proximidade entre marcas e público. Dessa forma, tivemos um fortalecimento da interatividade sendo essa uma nova força na construção e no posicionamento de uma marca ou produto.

Em todo esse processo, o papel desempenhado pelo profissional dessa área ajuda a compreender os diferentes níveis de relacionamento entre as pessoas e a marca, a importância do conteúdo e do seu público.

Então, vamos lá? Siga esta leitura e descubra tudo o que ser um social media ou um analista de redes sociais significa! 

O que é um social media?

Atualmente, as redes sociais mais conhecidas são o Facebook, o Instagram, Twitter e o LinkedIn. Entre outras, ainda temos as redes sociais de conteúdo como o YouTube.

Empresas, personalidades e pessoas procuram ter presença profissional nas redes sociais como forma de gerar proximidade, independência no discurso (empresas e personalidades não dependem das mídias tradicionais para emitir seus comunicados) e, sobretudo, gerar e fortalecer a proximidade com o seu público.

Dessa forma, temos no profissional uma pessoa que age de forma estratégica para elaborar planejamentos, conteúdos e mecanismos que facilitem a aproximação da marca com os seus potenciais seguidores (leads) que, posteriormente, poderão ser convertidos em clientes.

Quais são as funções desse profissional?

Esse tipo de profissional está muito ligado às tarefas que envolvem planejamento e demais aplicações nas redes sociais, porém, numa mesa de reuniões da agência de marketing o seu nível de conhecimento pode ser aproveitado no projeto de sites, aplicativos e demais plataformas digitais que visam atrair mais públicos.

Evolução do mercado

Nos dias atuais, mais importante do que investir em anúncios em revistas, jornais e TV, é fundamental que a empresa esteja presente nas principais redes sociais.

Quando uma empresa não está presente nas principais redes sociais que citamos anteriormente, os consumidores passam a ter uma percepção que a empresa praticamente não existe.

O profissional dessa área também acompanha a evolução desse mercado indo ao encontro do aumento do crescimento de usuários, visitantes de páginas e do engajamento possível nas redes sociais.

Solução para as empresas

Uma empresa pode contratar um social media para atuar internamente no setor de comunicação interna e corporativa da própria instituição, ou contratar os serviços de uma agência de marketing e de comunicação digital que, automaticamente, inclui a dedicação de um profissional dessa área.

De todo modo, o grande objetivo é contar com um profissional que saiba enxergar e planejar de modo correto e bem direcionado as melhores estratégias de conteúdo e de mídia digital para a empresa.

A empresa deve focar em construir planejamentos e conteúdos relevantes que podem gerar engajamento entre a marca e o público.

Desenvolvimento das melhores estratégias

O profissional dessa área tem como principal função a de desenvolver as melhores estratégias para as redes sociais, também se dedica ao desenvolvimento e criação de conteúdos e de métodos de interação com o público. Por fim, o social media também se responsabiliza em avaliar as métricas e os demais dados de audiência junto da equipe de marketing digital.

Qual é a formação acadêmica ideal para ser social media?

Geralmente, as empresas e agências procuram contratar pessoas que apresentam formação em comunicação social, publicidade, marketing e que tenham plenos conhecimentos em ferramentas digitais.

Por se tratar de uma profissão recente no mercado e em amplo crescimento, muitas empresas não se preocupam muito com o currículo formal, mas com a capacidade e o perfil de cada profissional.

Em média, o profissional pode ser um jornalista, publicitário, marquetólogo com experiência em agências e em empresas de planejamento de mercado conforme a área de estudos e experiência profissional.

Outras empresas e agências preferem contratar profissionais que já atuam em agências e nas empresas de marketing digital com grande experiência em comunicação online, comunicação digital e ações em mídias sociais.

Porém, por outro lado, a profissão também pode ser exercida por um freelancer que tenha conhecimentos e formação em diferentes áreas com a possibilidade de atender pequenas e médias empresas.

O social freela, normalmente, joga nas onze posições, ou seja, ele faz a pesquisa, planeja, direciona as publicações, desenvolve as estratégias promocionais, seleciona conteúdo, administra a relação com os clientes, entre outras funções de forma compactada.

Qual é a importância dessa profissão?

Mesmo sendo uma profissão recente, ela tem se tornado muito importante. Inicialmente, a seleção e produção de conteúdo para redes sociais e demais plataformas é uma das suas principais atividades.

importancia do social media

Em tempos de excesso de informação, a capacidade de criar conteúdo e atuar na curadoria é uma das funções mais essenciais desse profissional. Pois, nos meios digitais todo mundo produz e acessa conteúdos, porém a criação de conteúdo profissional e bem direcionado gera um importante diferencial para marcas e produtos.

A partir desse detalhe, temos a possibilidade de geração de vantagem competitiva favorável para uma empresa, marca ou produto que conta com a dedicação de um social media.

Posteriormente, o planejamento estratégico e a sua fiel aplicação também fortalece os esforços de mídia para posicionar uma marca ou produto no mercado digital em relação à percepção do consumidor. Nesse contexto, esse profissional é essencial também para a elaboração de diferentes estratégias para cada tipo de mercado e cliente potencial.

Qual é a relevância da abordagem certa?

Outra tarefa fundamental é definir a abordagem certa para cada tipo de mídia e público. Nesse caso, o processo de abordagem precisa ser personalizado com proximidade e que permita a abertura de diálogo positivo entre o perfil (marca ou produto) e o público.

Um dos fatores que esse profissional sempre busca é o de fortalecer a empatia, ou seja, a capacidade de uma marca se colocar no lugar de seus clientes e perceber o que eles realmente precisam ou procuram.

Por que é necessário considerar os canais utilizados? 

Além de atuar no planejamento, na curadoria de conteúdo e no relacionamento, esse profissional também deve ter em mente a tarefa de selecionar os canais certos para veiculação de conteúdos, promoções e campanhas.

Lembramos que as publicações nas redes sociais podem ser rejeitadas ou gerar grande aceitação permitindo atingir públicos específicos, ou públicos mais abrangentes dependendo dos objetivos de mídia de uma empresa ou produto.

Quais são os benefícios de contratar um social media?

Entre os benefícios para uma empresa ou agência, devemos ressaltar que o social media ajuda a corporação a agir mais estrategicamente, com o foco de manter a imagem da marca bem posicionada seja por meio de elaboração de conteúdos que aproximem a marca de seu público e possa construir positiva experiência do consumidor em todo o processo de reconhecimento e consumo.

Acessar um planejamento alinhado com as expectativas

Como falamos, as atividades desse profissional estão inseridas em um projeto estratégico muito bem elaborado, seja de vendas, veiculação, direcionamento, promocional, informacional, entre outros.

Um dos principais objetivos de um bom planejamento é gerar impactos positivos na relação marca e consumidor focando na melhor experiência de consumo para o cliente.

Integrar redes de comunicação digital

Para ser um bom profissional é necessário estudar e trabalhar de forma integrada com as principais redes, buscando conhecer os principais recursos, as melhores possibilidades e quais abordagens são mais aceitáveis no mercado.

Ter acesso às melhores técnicas

Em certas empresas, por exemplo, seja mais propício veicular conteúdo em redes sociais mais conhecidas e populares como Facebook e Twitter e, em certos casos, no YouTube.

Dependendo do perfil da marca, é indicado veicular em redes como Instagram e LinkedIn. No caso de uma empresa mais corporativista, o LinkedIn é uma ótima oportunidade. Essa visão de oportunidades e de seleção de mídias é muito exigida por parte do profissional nessa área.

Ser social media é um assunto de agora?

Como já dito anteriormente, estamos falando de uma profissão recente que começou a se consolidar nos anos 2010. A consolidação dessa profissão no mercado se deve ao crescimento do uso das redes sociais e de comunicação digital.

Essas plataformas precisam ser bem utilizadas pelas marcas e empresas que de fato precisam gerar visibilidade online.

A criação e publicação de conteúdos podem ser otimizadas por meio de estratégias que o profissional consegue enxergar seja nas soluções orgânicas (gratuitas) ou impulsionadas (anúncios pagos).

Quais são as principais atividades desse trabalho?

A seguir apresentamos de modo direcionado as principais tarefas que devem ser, basicamente, executadas por esse profissional. Veja a seguir.

Planejar

social media planejamento

Todo tipo de projeto de mercado e de comunicação (e nessa relação temos o marketing) necessita de planejamento. Esse planejamento deve abranger também as redes sociais.

O planejamento também pode ser um documento com todas as necessidades, oportunidades e ameaças de mercado em relação a uma marca ou produto.

O estudo de mercado pode apresentar o público-alvo, os concorrentes e as mídias que podem ajudar a entregar a mensagem da empresa no mercado para o cliente.

O profissional dessa área precisa ficar atento ao planejamento geral e também pode redigir o seu próprio planejamento a ser empregado nas estratégias digitais da marca e da empresa.

Gerar conteúdo

A produção ou geração de conteúdo envolve a seleção de textos, imagens e vídeos que devem ser utilizados nas postagens em timelines existentes nas redes sociais oficiais da empresa.

Quando uma postagem (post) é publicada, muitas vezes ela segue todo um planejamento e formato já definido pela empresa baseado em dados de comportamento de público e audiência.

Dessa forma, existe um planejamento prévio antes da produção e veiculação do conteúdo. Em certos procedimentos, é indicado a determinação de um cronograma ou calendário para orientar a publicação dos conteúdos.

Oferecer relatórios

Muitas vezes, o profissional também precisa se dedicar a acompanhar as métricas e redigir relatórios para o acompanhamento dos outros departamentos da agência ou empresa.

Normalmente, as empresas solicitam os relatórios no início de cada mês, porém, além das métricas, o documento deve apresentar informações relacionadas ao nível de engajamento, comentários, curtidas, mensagens diretas e informações estratégicas sobre gênero, entre outros aspectos.

Comunicar e se relacionar com o cliente

desenvolvimento midias sociais

O social media muitas vezes também precisa se debruçar sobre o processo de relacionamento com o cliente. Muitos clientes entram em contato com a marca por meio das redes sociais para apresentar reclamações, elogios e sugestões, sendo essa uma difícil tarefa de organização de atendimento que esse profissional poderá dividir com outros profissionais de marketing e relacionamento com o consumidor.

O que preciso saber para entrar no setor?

Além das capacitações apresentadas nos tópicos anteriores, é fundamental que o profissional dessa área tenha profunda afinidade com as redes sociais. É preciso gostar muito de trabalhar com essas mídias e com as ferramentas envolvidas.

É importante também buscar sempre se atualizar constantemente, conhecendo novas plataformas e aplicativos que possam ser oportunos para a evolução dos projetos.

Quais são as áreas necessárias para desenvolver conhecimento?

Esse profissional também pode se dedicar a desenvolver conhecimento, sempre estando atento ao conhecimento de outras funções e setores. Neste artigo, por exemplo, falamos sobre a constante relação que esse profissional encontrará com os setores de comunicação, marketing, relacionamento com o consumidor entre outros.

O que é ser analista de mídias sociais?

Agora que você já entendeu o que é ser um social media, vamos falar daquela outra profissão citada na introdução deste conteúdo. Se você não sabe muito bem do que ela se trata, podemos resumir como: construtor da imagem social do cliente (seja uma pessoa física ou uma empresa).

O analista de mídias sociais têm um papel fundamental no sucesso da campanha de mídias sociais de uma empresa, afinal, como seria possível encontrar a fórmula perfeita de se comunicar com a persona do cliente, se não cuidando e analisando as expectativas, os dados e resultados?

O que se espera desse profissional?

É claro que para ser um profissional de destaque nesse ramo, é necessário atingir o esperado (e oferecer ainda mais!). Preparamos uma lista de pontos que você precisa oferecer aos seus clientes, caso esteja pensando em iniciar nessa carreira. Dá uma olhada!

Procurar constantemente por conhecimento

Você certamente conhece a frase sábia “conhecimento nunca é demais”. É por esse caminho que um bom analista de mídias sociais deve seguir: é necessário saber cada vez mais e não se dar por satisfeito. Busque por cursos no segmento, assista a webinars relevantes, leia conteúdos interessantes (aqui no blog da Etus você vai encontrar muitos!).

Estar por dentro das tendências

Ainda no caminho de buscar conhecimento, precisamos especificar a importância da atualização constante. Assim como o comportamento do consumidor, o meio onde estão os clientes e seguidores está em constante mudança.

Por isso mesmo, um bom analista de mídias sociais deve se informar sobre o que há de novo na internet: acessórios das redes sociais “clássicas”, novas redes sociais que viram febre, ferramentas para auxiliar o trabalho… Tudo isso é renovado e você precisa conhecer!

Conhecer as ferramentas de automação

O que seria de um marceneiro sem pregos e um bom martelo? O mesmo se dá para um analista de mídias sociais sem uma boa ferramenta de automação! Esse “apetrecho” digital pode auxiliar o seu trabalho de uma forma que você nem imagina! Dessa maneira, é necessário pesquisar e encontrar a melhor ferramenta de automação. Prefira as que ofertem soluções únicas e úteis.

Tópico bônus: ferramentas úteis

Listamos abaixo as principais ferramentas que todo social media precisa ter conhecimento para uma boa execução na gestão de redes sociais.

1. Etus

Plataforma completa para gestão de mídias sociais, com ela é possível agendar publicações e stories para todas as redes sociais de uma só vez, emitir relatórios integrados para otimização de campanhas, responder comentários e mensagens diretas centralizadas em uma única caixa de entrada e muito mais.

2. Google Analytics

O Google Analytics reúne ferramentas gratuitas em um só lugar para você analisar os dados de acesso a links compartilhados nas redes sociais e tomar decisões e estratégias mais exatas.

3. Canva

O Canva é uma ferramenta simples e disponível na Web para criar imagens e artes para posts nas redes sociais. O conhecimento prévio e entendimento de como a plataforma funciona pode influenciar na estética que você vai conseguir extrair da imagem, mas qualquer um pode criar peças nele.

Neste artigo, apresentamos os principais conceitos e visões práticas das profissões de social media e analista de mídias sociais. Como foi possível concluir, nos dois casos, o profissional de sucesso é aquele que tem bastante conhecimento em marketing digital e o busca cada vez mais.

Muitos profissionais como jornalistas e publicitários estão se reinventando e entrando nesse novo mercado digital. A atuação é muito focada nas mídias sociais como Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn e entre outras como YouTube.

Ele é solicitado para as tarefas de planejamento, pauta, criação de conteúdo, elaboração de anúncios, análise das métricas, monitoramento e interação com os potenciais clientes.

Nos dias atuais, o mercado de trabalho nesse setor está em ampla expansão, pois a maioria das empresas deve administrar a sua reputação no mercado e as novas empresas já são criadas precisando de contratar esse tipo de serviço.

Desenvolver forte presença digital é fundamental para qualquer tipo de negócio e mensagem. Seja atendendo grandes ou pequenas empresas, esse profissional terá um grande mercado pela frente com grandes tarefas que podem, muitas vezes, beneficiar empresas que não têm uma agência de marketing para dar suporte.

Agora você já sabe o que faz um bom social media e um analista de mídias sociais de sucesso! Ficar ligado em tendências do mercado de trabalho é bastante importante para você que busca inovação e soluções digitais. Lembre-se que você pode contar conosco para apresentar as novidades que entornam a tecnologia do marketing digital.

Curtiu o post? Compartilhe com a gente por meio da caixa de comentários as suas impressões dessas novas profissões digitais!

Veja também esses materiais importantes